Placa Multi-conexões CEJN utilizadas em prensas na Gestamp HardTech

Placa Multi-conexões CEJN utilizadas em prensas na Gestamp HardTech

A Gestamp HardTech é uma empresa sólida, de alta tecnologia que realiza processos de estamparia em peças metálicas, em Luleå, no norte da Suécia. Seu negócio envolve a produção de ferramentas de prensa e componentes metálicos para estamparia, usando prensas grande porte. Para conectar uma ferramenta à prensa, existem inúmeros pontos de conexão, para diferentes propósitos, para um perfeito trabalho. Para simplificar esse processo de conexão, a Gestamp usa uma multi-placa da CEJN.

A GESTAMP HARDTECH é uma empresa de tradição em prensas e atua nesse segmento há mais de 40 anos. Essa experiência se traduz em grande conhecimento no campo dos cálculos e tolerâncias. No início, eram produzidos componentes muitos simples, geralmente estampados à frio, como pára-choques para a indústria automotiva. Quando a demanda por peças mais leves aumentou, em razão das exigências relacionadas com emissões de poluentes, a Hardtech já estava muitos passos a frente e hoje a empresa oferece componentes em metal para carrocerias e chassis de veículos e ferramentas de moldagem. “A tendência aponta continuamente para componentes maiores e mais complexos, o que demanda múltiplas tecnologias”, disse Hans Larsson, Gerente de Desenvolvimento & Design de Ferramentas, da sede da Gestamp Hardtech, na Suécia.

O processo de estamparia representa atualmente uma das soluções leves mais avançadas usadas em carrocerias de veículos. Chapas de aço são aquecidas até que possam ser trabalhadas e, então, são moldadas e rapidamente resfriadas na prensa, resultando em um material não somente transformado, mas também endurecido. Alguns componentes podem demandar diferentes características como, por exemplo, áreas mais maleáveis e áreas mais duras. Isso demanda uma combinação de estamparia à quente e à frio para que se possa controlar essa ou aquela propriedade do componente. O desafio é manter as áreas endurecidas sem qualquer rachadura.

“A cooperação tem funcionado muito bem, com o alto nível de competência e rápida resposta da CEJN”
- Hans Larsson, Gerente de Desenvolvimento/Design de Ferramentas, GESTAMP

COOPERAÇÃO COM A CEJN. Antes de trabalhar com a CEJN, a Gestamp conectava manualmente uma série de engates de maneira individual – a conexão de uma determinada ferramenta à prensa “era um processo que demandava tempo, muito trabalho e fazia muita sujeira”, explicou Hans. A Gestamp decidiu partir em busca de outra solução e procurou a CEJN. Na primeira reunião vimos uma vantagem imediata da parceria - falávamos a mesma língua. “A CEJN entendeu imediatamente nossa necessidade e em menos de três meses apresentou a solução que buscávamos”.

A solução é uma placa de multi-conexões que automaticamente une a prensa à ferramenta, usando cinco conexões – incluindo conexões hidráulicas, refrigeração e ar comprimido. “A solução funcionou perfeitamente e a placa é colocada automaticamente. É um grande avanço e o operador não precisa mais manusear todas as conexões, o que economiza tempo e dinheiro”, complementou Christer Allard, Engenheiro de Ferramentas. Ele ainda disse: “Todas as ferramentas que fabricamos para as nossas novas prensas utilizam a placa multi-conexões da CEJN”.

De acordo com a Gestamp, a qualidade do produto é excelente, é mais durável do que  as próprias ferramentas, que é de cerca de 7 anos. A placa também foi melhorada durante o trabalho, eliminando a possibilidade de qualquer conexão cruzada, comumente chamada de Poka Yoke. “A cooperação tem funcionado muito bem, com o alto nível de competência e rápida resposta da CEJN”, afirmou Hans.

1. Placa multi-conexões CEJN na ferramenta. 2. Ferramenta montada na prensa e em funcionamento. 3. Componentes de estamparia saindo da Prensa. 4 Christer Allard, Engenheiro de Ferramentas, orgulhosamente mostra um chassi fabricado usando uma combinação de técnicas, com superfícies mais rígidas em vermelho e flexiveis em azul, a serem entregues para cliente.

Download do artigo
- English.pdf